AS CONSEQUÊNCIAS DAS OLIMPÍADAS DE 2016 PARA O BRASIL

Nas últimas semanas não há outro assunto em pauta a não ser as Olimpíadas no Rio de Janeiro, mas quais são as consequências que elas vão trazer para o país?

Alguns economistas indicam que os gastos com investimentos para os Jogos Olímpicos foram em cerca de R$ 25 bilhões, número alto dado o cenário de crise que o Brasil vem enfrentando desde 2014. Entretanto, grande parte desses investimentos foram para a infraestrutura da cidade do Rio de Janeiro em transportes públicos, ruas, praças e na mobilidade urbana no geral.

Além do grande número de gringos que estão vindo para o país e gerando lucro no setor turístico, os jogos estão trazendo uma visibilidade muito grande e positiva para o Brasil, mostrando que temos capacidade de suportar um evento esportivo de porte mundial.

Os 19 dias de Olimpíadas contam com 42 modalidades esportivas, permitindo a valorização do esporte em suas diversas categorias e possibilidades. Assim, o Brasil tem a oportunidade de mostrar que não é apenas o “país do futebol” mas sim um país olímpico.

Alguns prejuízos podem ocorrer à longo prazo como por exemplo o desuso das quadras e estádios olímpicos construídos e o aumento de impostos para cobrir as despesas, porém há a possibilidade da população brasileira se inspirar nos jogos e investir mais nos esportes utilizando os espaços construídos, diminuindo os possíveis prejuízos.

Pesando os prós e contras, os Jogos Olímpicos, à curto prazo, acarretam muitos benefícios para o país. Vamos esperar que à médio e longo prazo esses benefícios ultrapassem os prejuízos, finalizando com saldo positivo para todos nós.

Deixe uma resposta